Remoção de Manchas em Tapetes Naturais

Remoção de Manchas em Tapetes Naturais

Graxa e Óleos: Remova os excessos com uma faca, depois seguir as instruções do método B, descrito anteriormente.

Chocolate e Café: Absorva o líquido com papel absorvente, passe uma esponja ou pano limpo com água morna.

Vinho, Leite e Outras Bebidas: Seguir o método A, descrito no artigo anterior.

Sangue: Limpar com uma mistura de duas colheres de sopa de sal para 1 litro de água. Molhe um pano com essa solução e passe na mancha. Para manchas resistentes, esfregue com solução de amônia descrita no método A no artigo anterior.

Cera e Vela: Delicadamente, rape a cera com uma faca de ponta arredondada ou espátula. Use o método B do artigo anterior ou cubra a mancha com vários papéis absorventes e coloque o ferro de passar roupas aquecido sobre a mesma.

Frutas: Esfregue com água fria.

Tinta de Caneta: Passe um pano limpo com álcool e use o método A do artigo anterior.

Lama e Barro: Delicadamente, remova o que consegui com uma faca ou espátula. Para manchas persistentes, use solução de amônia como descrito no método A do artigo anterior.

Urina e Suor: Use o método A do artigo anterior, acrescentando um pouco de detergente liquido.

Observações:

Todos os carpetes e tapetes de sisal são somente indicados para uso interno. Eles não devem ser colocados ao ar livre ou expostos a uma umidade excessiva.

Usar aspirador de pó semanalmente ou sempre que for necessário. O Sisal é uma fibra natural, resistente, livre e estática. Conseqüentemente não atrai poeira ou capta sujeira demasiada. Para manter a beleza original do seu tapete ou carpete, é essencial usar o aspirador de pó.