Remoção de Manchas em Tapetes Naturais

Remoção de Manchas em Tapetes Naturais

Graxa e Óleos: Remova os excessos com uma faca, depois seguir as instruções do método B, descrito anteriormente.

Chocolate e Café: Absorva o líquido com papel absorvente, passe uma esponja ou pano limpo com água morna.

Vinho, Leite e Outras Bebidas: Seguir o método A, descrito no artigo anterior.

Sangue: Limpar com uma mistura de duas colheres de sopa de sal para 1 litro de água. Molhe um pano com essa solução e passe na mancha. Para manchas resistentes, esfregue com solução de amônia descrita no método A no artigo anterior.

Cera e Vela: Delicadamente, rape a cera com uma faca de ponta arredondada ou espátula. Use o método B do artigo anterior ou cubra a mancha com vários papéis absorventes e coloque o ferro de passar roupas aquecido sobre a mesma.

Frutas: Esfregue com água fria.

Tinta de Caneta: Passe um pano limpo com álcool e use o método A do artigo anterior.

Lama e Barro: Delicadamente, remova o que consegui com uma faca ou espátula. Para manchas persistentes, use solução de amônia como descrito no método A do artigo anterior.

Urina e Suor: Use o método A do artigo anterior, acrescentando um pouco de detergente liquido.

Observações:

Todos os carpetes e tapetes de sisal são somente indicados para uso interno. Eles não devem ser colocados ao ar livre ou expostos a uma umidade excessiva.

Usar aspirador de pó semanalmente ou sempre que for necessário. O Sisal é uma fibra natural, resistente, livre e estática. Conseqüentemente não atrai poeira ou capta sujeira demasiada. Para manter a beleza original do seu tapete ou carpete, é essencial usar o aspirador de pó.

Cuidados com o carpete

Cuidados com o carpete

Independentemente do tipo de revestimento utilizado (cerâmica, madeira, carpete, etc), o piso está sujeito a vários tipos de sujidades. Por isso, é fundamental limpá-lo regularmente de modo a evitar que as sujeiras se espalhem prejudicando sua aparência e durabilidade, bem como o bem-estar das pessoas que frequentam o ambiente, visto que um dos principais causadores de alergia é o pó. A principal vantagem do carpete é que, conforme o pó vai assentando, ele fica retido entre suas fibras.

Desta forma, em ambientes acarpetados, a quantidade de pó suspenso no ar é consideravelmente menor em comparação com os demais tipos de revestimentos, proporcionando um ambiente mais saudável, já que o pó age como portador de micróbios, alérgenos e outros contaminantes. Confeccionado com fibras 100% sintéticas, o carpete é um produto não alergênico.

A limpeza deverá ser proporcional à quantidade de sujeira que o carpete está sujeito obedecendo-se às seguintes dicas:

Aspiração freqüente

Uma boa aspiração remove as partículas de sujeira, as quais danificam as fibras do carpete causando uma má aparência.

Tenha certeza que seu aspirador de pó está funcionando bem, lembre-se de trocar os sacos de depósito de sujeira e limpar os filtros regularmente. Para sujeiras normais como poeira e cinzas de cigarro, aspire pelo menos uma vez por semana. Áreas de tráfego intenso, como escadas e corredores, devem ser aspirados diariamente.

Prevenção para sujeiras e danos aos fios

Coloque capachos, tapetes ou passadeiras em todas as entradas. Limpe ou troque os capachos ou tapetes regularmente. Use protetores de carpete debaixo de móveis pesados ou móveis com rodinhas. Reorganize seus móveis freqüentemente para mudar a área de uso.
Quando necessário, procure uma empresa de limpeza especializada.

Importante: Use shampoos para carpete com cuidado. Muitos destes produtos deixam resíduos pegajosos que podem atrair mais sujeira. Certifique-se que estes produtos foram totalmente removidos do seu carpete.